Recentes

“The Collection” e a máquina do tempo

Cultura / Destaques / 13 Setembro, 2016

the-collectionA gigante Amazon apresentou a 2 de setembro uma série que está a colar os amantes de moda aos ecrãs. “The Collection” conta com a interpretação de Mamie Gummer, filha de Meryl Streep, e recua ao período pós-II Guerra Mundial através dos corredores de uma casa de moda cuja história se aproxima muito da escrita pela Dior.

A série, dividida em oito episódios e desenvolvida pela produtora Lookout Point – coprodutora da aclamada série da BBC1 “War and Peace”, acontece em 1948 e centra-se num negócio de moda de base familiar.

Considerando que, em 1949, os produtos da casa Dior representavam 5% do total das exportações francesas, a série representará, certamente, parte do caminho trilhado pela casa de moda.

O escritor e produtor executivo da série, Oliver Goldstick – cujos créditos anteriores incluem “Ugly Betty”, “Pretty Little Liars” e “Desperate Housewives” –, descreveu a trama, na apresentação da série, como «uma fábula empresarial passada num momento crucial da história de França, quando a moda se tornou verdadeiramente um veículo de transformação e reinvenção», segundo o jornal The Independent.

Numa altura em que a França lutava para se libertar do abismo do pós-guerra, a opulência do “New Look”, apresentado em 1947 por Christian Dior, e a retoma da alta-costura motivaram o país. Nas palavras de Carmel Snow, então editora da Harper’s Bazaar, que assistiu ao desfile de 90 peças naquele fevereiro de 47, «a Dior salvou Paris».

“The Collection” capta o glamour dessa época em detalhes requintados – semelhante ao que a série “Mad Men” fez para a década seguinte – e já está a ser comparada ao drama de sucesso encabeçado por Don Draper, Peggy Olson, Betty Francis e Joan Harris, seguido tanto pelo seu guarda-roupa como pelo argumento, analisa o jornal The Telegraph.

A casa de moda de “The Collection” é dirigida pelos irmãos Sabine, desesperados por afastar os fantasmas da guerra. A conduzir as operações está Paul (interpretado por Richard Coyle) e Claude (Tom Riley), o irmão mais novo, é o designer da insígnia. Ao lado de um parceiro de negócios, os dois procuram cimentar o status da cidade como líder da revolução global de moda.

Depois da libertação de Paris do regime nazi, no verão de 1944, era apresentada a “La Theatre de la Mode”, uma exposição itinerante com manequins primorosamente vestidos. Com a indústria duramente atingida pela escassez de fios e tecidos e vários designers exilados, restaurar a reputação do país era de extrema importância, quer para a alta-costura, quer para a economia francesa. A predileção de Paris pela roupa por medida era indubitável antes da II Guerra Mundial, com mais de 70 casas de alta-costura, incluindo a Dior e a Balenciaga (já registada na cidade), mas a Theatre de la Mode foi um lembrete daquilo que a cidade tinha para oferecer. Como supõe a certa altura o investidor do negócio dos Sabine, Jules Trouvier (James Cosmo), a indústria teve de «lembrar a mulher de que Paris é onde [a alta-costura] começa e acaba».

Funcionou: em tour pelas principais cidades da Europa e nos EUA durante um ano, a exposição aguçou o apetite da ala feminina pela moda francesa. No entanto, enquanto os jornalistas americanos elogiavam o regresso de Paris, na Grã-Bretanha o cenário era bem menos otimista: o uso de espartilho tinha sido proibido a menos que medicamente prescrito e as restrições de tecido introduzidas durante a guerra ainda vigoravam, afastando as aquisições de peças de alta-costura do horizonte de compras daquelas consumidoras. A Vogue britânica ostracizava a Dior das suas páginas e quem ousasse vestir as criações da casa sujeitava-se ao escrutínio público.

Estes e outros momentos fraturantes da moda parisiense são agora retratados em “The Collection”.

«Este foi um momento muito importante para a moda, mas raramente é visto em filme», explica a figurinista Françoise Bourrec, conhecida como Chattoune, da dupla Chattoune & Fab, que desenvolveu cerca de 40 peças por medida para a série.

the-collection2the-collection5Inspirando-se em mais de 2.000 imagens armazenadas em bibliotecas de moda de Paris – contornando muito do trabalho da casa Dior para evitar «aproximações excessivas» – a dupla desenvolveu um guarda-roupa de vestidos de cetim (um dos quais precisou de 70 metros de tecido), chapéus de abas largas e casacos de pelo de cor esmeralda para a série.

«Penso que foi uma altura em que a moda era política… quando a moda importava», afirma Kate Croft, produtora-executiva da série. «A Europa pós-guerra foi um tempo muito difícil e ambíguo e, mesmo face a estas dificuldades e agitação, a indústria soube renascer das cinzas como uma fénix».

Para Fabien Esnard-Lascombe, conhecido por Fab e parceiro de design de Chattoune, recriar estes «vestidos de princesa» para a série foi «intimidante, porque era fácil torná-los cliché. Mas coloquei-me nesse período e imaginei como iria desenhar roupas se eu vivesse naquela altura».

O foco de Chattoune e Fab esteve na silhueta “oito”, também conhecida como “Carolle” – selo da casa Dior, com ombros exagerados, cintura de vespa e volume de saia aumentado em oito círculos, quando estas peças têm, normalmente, um.

Os frutos do trabalho da dupla de design são tão exuberantes como se poderia esperar: Chattoune cita um vestido vermelho usado pela esposa de Paul, Helen (interpretada pela filha de Streep), que é feito «com o mais belo cetim» e o brilho dos conjuntos de sedas pesadas, que está constantemente em cena.

Com a adição de saltos baixos que completam os coordenados, “The Collection” oferece a mais luxuosa viagem no tempo.

 



Etiquetas: , , ,




Notícia Anterior

Portugueses em força na Première Vision

Próxima Notícia

Homens de farda




Sugestões

Portugueses em força na Première Vision

A partir de amanhã, e até 15 de setembro, o universo da moda reúne-se na Cidade-Luz para a Première Vision Paris. Entre...

12 Setembro, 2016   
RECEBA A NEWSLETTER
Dos desfiles às tendências, designers e eventos, a fashionup.pt leva as últimas notícias da moda diretamente à sua caixa de correio.
Os seus dados não serão partilhados com terceiros.
GET THE NEWSLETTER
From runway shows to trends, designers and events, fashionup.pt takes the latest fashion news straight to your inbox.
Your information will not be shared with any third party.
CONTACT US
Please contact us with any editorial or advertising questions.
Thank You. We will contact you as soon as possible.
Contacte-nos
Para questões editoriais ou de publicidade, por favor contacte-nos.
Obrigado. Entraremos em contacto o mais breve possível.
RECEBA A NEWSLETTER
Dos desfiles às tendências, designers e eventos, a fashionup.pt leva as últimas notícias da moda diretamente à sua caixa de correio.
Os seus dados não serão partilhados com terceiros.