Recentes

Sustentabilidade envolve ModaLisboa

Destaques / Eventos / 29 Março, 2017

Nem só da passerelle vive a ModaLisboa. Prova disso, naquela que foi a sua 48.ª edição, o certame envolveu a comunidade num dos temas mais pertinentes da indústria: a sustentabilidade. Porque em “Boundless” não houve fronteiras e sabendo que a cadeia de aprovisionamento da moda é global, o sourcing ético foi outra das temáticas-chave das ações paralelas.

“Sustentabilidade na Moda: porquê e como?” foi o mote das Fast Talks desta edição que, como é apanágio, inauguraram o calendário da ModaLisboa. O evento promovido pelo CENIT – Centro de Inteligência Têxtil, no CCB, envolveu oradores nacionais e internacionais, como Patrick Duffy, fundador da plataforma internacional Global Fashion Exchange (GFX), que desde 2013 promove a sustentabilidade na indústria da moda através da participação em fóruns, eventos educacionais e culturais e produzindo swaps (trocas) de vestuário em diversas cidades, e Brooke Blashill, diretora da The Boutique Ogilvy & Mather e um dos nomes principais da GFX, e um público curioso que em muito contribuiu para o sucesso das Fast Talks.

Eduarda Abbondanza, diretora da ModaLisboa, em declarações ao Portugal Têxtil garantiu a propósito que «foi necessário fechar as portas porque não podia entrar mais ninguém por questões de segurança» (ver Os porquês da ModaLisboa).

A conversa da sustentabilidade foi retomada na tarde de sábado, 11 de março, na zona que recebeu a GFX durante a edição “Boundless” da ModaLisboa.

A sessão de abertura da GFX Lisboa contou com Tamsin Lejeune, CEO e fundadora da plataforma Ethical Fashion Forum e com um público heterogéneo, entre empresários, estudantes e rostos de plataformas nacionais e internacionais, pronto para o networking.

A missão do Ethical Fashion Forum (EFF), como explicou Tamsin Lejeune, é «apoiar e promover as práticas sustentáveis, facilitar a colaboração, aumentar a sensibilização e providenciar as ferramentas e recursos necessários para reduzir a pobreza e os danos ambientais, elevando os padrões da indústria da moda».

Fundado em 2006, o EFF representa atualmente mais de 10.000 membros, sendo que o apoio a esses membros é feito através da Source, plataforma global para a moda sustentável que abarca 130 países.

«Inaugurámos o espaço da GFX com esta networking com a Tamsin Lejeune sobretudo porque corporiza aquilo em que acreditamos: a colaboração, fazer a moda da forma certa e fomentar a discussão e para que possam daqui nascer parcerias e novos projetos», explicou Graziela Sousa, responsável pela ponte entre a GFX e a ModaLisboa.

Na plataforma Source é, por isso, possível encontrar desde base de dados da indústria, entre marcas a lojas, fornecedores e profissionais, até uma revista online com os últimos desenvolvimentos em moda sustentável ou o diretório anual Sustainable Sourcing Guide. Ao longo de 2017, a Source vai dar origem à Mysource, a nova fase da plataforma. Com parceiros como a World Fair Trade Organisation (WFTO), o SOKO Ethical Factory Project (Quénia) ou a Fair Wear Foundation, o website da EFF propõe artigos e dicas que passam, por exemplo, pelas abordagens sustentáveis ao design ou pelas tendências do retalho e consequentes implicações na moda sustentável.

Já no domingo, 12 de março, decorreu «o maior evento de troca de vestuário que já teve lugar na cidade de Lisboa», como afirmou Patrick Duffy, fundador da GFX. Para o swap com entrada gratuita, os participantes tiveram de levar obrigatoriamente uma peça de roupa que já não usassem para troca, renovando o seu guarda-roupa sem custos e evitando o desperdício de vestuário.

«Depois do evento, os artigos que não forem trocados, adicionados às 19 toneladas já recolhidas pela GFX, serão entregues ao parceiro I:CO, que os irá reciclar e transformar em novos produtos, têxteis e materiais de construção», explicou Graziela Sousa ao Portugal Têxtil.

A GFX contou ainda com uma instalação de upcycling em contínuo durante todo o evento, «para sensibilizar as pessoas para as potencialidades das roupas que acham que já não gostam ou já não querem» e com o projeto de inovação social “A avó veio trabalhar”, que «se foca na partilha de saberes e no fomento do envelhecimento ativo», acrescentou Graziela Sousa.

A plataforma internacional GFX tem vindo a crescer desde a sua apresentação em 2013 durante a semana de moda de Copenhaga, passando entretanto por Nova Iorque, Los Angeles e Melbourne. A iniciativa foi ainda reconhecida pela ONU, participando na conferência do seu 70.º aniversário.

«A GFX já tinha entrado em contacto connosco, através da Câmara Municipal de Lisboa, há cerca de um ano, mas esta foi a edição em que se conseguiu concretizar esse projeto. A indústria da moda, sendo uma indústria tão poderosa no mundo, também é uma indústria muito poluidora, envolve muito consumo e um desperdício fora de série. Como tal, faz todo o sentido que estejamos atentos a essa questão», revelou Eduarda Abbondanza, que não deixou de ressalvar que a «produção portuguesa não tem os problemas que outros países têm». «Temos uma produção qualificada e certificada, somos um exemplo a seguir», sulinhou.



Etiquetas: , ,




Notícia Anterior

Plano Corte cresce com Bee Target

Próxima Notícia

A voz de homem da ICwear




Sugestões

Plano Corte cresce com Bee Target

Com 30 anos de história, a Plano Corte granjeou reputação entre os designers e confeções pelos seus serviços de modelação....

28 Março, 2017   
RECEBA A NEWSLETTER
Dos desfiles às tendências, designers e eventos, a fashionup.pt leva as últimas notícias da moda diretamente à sua caixa de correio.
Os seus dados não serão partilhados com terceiros.
GET THE NEWSLETTER
From runway shows to trends, designers and events, fashionup.pt takes the latest fashion news straight to your inbox.
Your information will not be shared with any third party.
CONTACT US
Please contact us with any editorial or advertising questions.
Thank You. We will contact you as soon as possible.
Contacte-nos
Para questões editoriais ou de publicidade, por favor contacte-nos.
Obrigado. Entraremos em contacto o mais breve possível.
RECEBA A NEWSLETTER
Dos desfiles às tendências, designers e eventos, a fashionup.pt leva as últimas notícias da moda diretamente à sua caixa de correio.
Os seus dados não serão partilhados com terceiros.