Recentes

Ovelha Negra de trazer por casa

Destaques / Marcas / 30 Novembro, 2016

ovelha6A marca portuguesa de almofadas decorativas nasceu há um ano e vive em muitas casas. O mercado interno domina as vendas, mas a Ovelha Negra já chegou a Espanha e a Inglaterra. Entretanto, Joana Duarte Fernandes, a fundadora, quer aumentar o rebanho, apostando na diversificação da oferta.

«A ideia do nome Ovelha Negra surgiu por querer criar elementos de decoração originais e que se destacassem da maioria que se encontra em loja», começa por explicar Joana Duarte Fernandes à fashionup.pt sobre o batismo da marca que é um sucesso nas redes sociais.

No ano passado, a designer de interiores sentiu que «já tinha espaço e tempo» na sua vida para agarrar um projeto na área de formação e a Ovelha Negra – que se destaca pelas almofadas decorativas cujas dimensões variam entre os 30×50, 40×40 e 50×50, oferecendo ainda almofadas de chão com 65×65 (tamanho XL) e almofadas decorativas infantis, na linha “Ovelha Negra Mini” – nasceu.

«As almofadas decorativas são, para mim, um excelente produto para lançamento de uma marca de decoração. É um acessório que facilmente consegue dar uma nova cara à divisão em que é colocado. Consegue trazer cor, tornar a divisão mais confortável e acolhedora, dar carisma. E podemos alterar as almofadas de verão e inverno tornando o ambiente da divisão mais apropriado para a altura do ano», elucida Joana Duarte Fernandes.

As almofadas originais – e de edição limitada – da Ovelha Negra partem de diferentes tipos de tecidos, com várias texturas, cores e apontamentos decorativos como franjas, pompons, rendas, etc., sendo que a coleção outono-inverno 2016/2017 está dividida em “famílias”.

ovelha1Para esta estação são propostos conjuntos de almofadas em tons invernais, tais como azul-escuro, verde seco, vinho e cinzento, e outro conjunto em tons neutros.

Estas “famílias” funcionam muito bem juntas, mas podem também ser misturadas, porque «há uma grande harmonia entre a coleção». «Apesar de tudo, é uma coleção mais minimalista e com menos padrões que as anteriores», admite a fundadora.

Os preços variam entre os 28 e os 30 euros, sendo que as almofadas de chão custam 45 euros, e todos os artigos são produzidos em Lisboa.

ovelha4O canal de vendas privilegiado pela Ovelha Negra é o comércio eletrónico – no website da marca e via redes sociais –, mas as almofadas estão também à venda em lojas de decoração – como a Sal e a Un Croquis de Mode – em Lisboa.

«Neste momento, a grande maioria das vendas é nacional, mas chegam encomendas internacionais de países como Inglaterra e Espanha», revela a designer de interiores.

Para o futuro, os planos de Joana Duarte Fernandes para a Ovelha Negra passam pela diversificação da gama de produtos, «explorar novos acessórios de design de interiores e expandir para além das almofadas. Isto é, criar uma marca de acessórios de decoração completa», adianta, garantindo que o denominador comum será sempre a originalidade das peças.



Etiquetas: , ,




Notícia Anterior

O casaco de Adão

Próxima Notícia

Ponha aqui o seu pezinho




Sugestões

O casaco de Adão

Não há como saltar o frio, mas há como contorná-lo sem para isso ser necessário atropelar o estilo. Nos homens, o outerwear...

30 Novembro, 2016   
RECEBA A NEWSLETTER
Dos desfiles às tendências, designers e eventos, a fashionup.pt leva as últimas notícias da moda diretamente à sua caixa de correio.
Os seus dados não serão partilhados com terceiros.
GET THE NEWSLETTER
From runway shows to trends, designers and events, fashionup.pt takes the latest fashion news straight to your inbox.
Your information will not be shared with any third party.
CONTACT US
Please contact us with any editorial or advertising questions.
Thank You. We will contact you as soon as possible.
Contacte-nos
Para questões editoriais ou de publicidade, por favor contacte-nos.
Obrigado. Entraremos em contacto o mais breve possível.
RECEBA A NEWSLETTER
Dos desfiles às tendências, designers e eventos, a fashionup.pt leva as últimas notícias da moda diretamente à sua caixa de correio.
Os seus dados não serão partilhados com terceiros.