Recentes

Os vestidos de Cannes

Destaques / Eventos / 25 Maio, 2017

A passadeira vermelha do Festival de Cinema de Cannes, que decorre até ao próximo domingo, 28 de maio, está a concentrar os olhos dos fashionistas de todo o mundo.

A modelo portuguesa Sara Sampaio, que desfilou uns brincos de diamantes da Fawaz Gruosi – sendo inclusivamente acompanhada pelo fundador da marca – e um vestido vermelho assinado por Zuhair Murad foi, no primeiro dia, uma das eleitas pelos críticos da passadeira vermelha.

A par do “Anjo” nacional, a AFP selecionou cinco outfits que fizeram voltar as cabeças. A Ministra da Cultura de Israel, Miri Regev, fez a afirmação de moda mais política em Cannes, com um vestido branco estampado com a paisagem de Jerusalém, incluindo a Cúpula da Rocha no Monte do Templo, que usou na gala de abertura.

Em declarações polémicas, Regev afirmou que o vestido marca «50 anos desde a libertação e reunificação de Jerusalém», levando muitos internautas a manifestarem-se contra – uma das imagens que correu as redes sociais substituiu a paisagem de Jerusalém pelo muro de separação que divide Israel e a Cisjordânia.

A atriz espanhola Victoria Abril, uma das prediletas do realizador Pedro Almodovar, que é presidente do júri em Cannes, rivalizou com Regev pelo look que mais dúvidas suscitou, ao optar por um quimono de estilo japonês produzido com um tecido africano e um grande adereço de cabeça.

Já Susan Sarandon, vencedora de um Óscar, usou um vestido de veludo desenhado por Alberta Ferretti, com uma fenda quase até à anca e um grande decote, mostrando a sua boa forma aos 70 anos.

Já a muito mais jovem Bella Hadid viu o vestido cor de rosa de Alexandre Vauthier a abrir demasiado, mostrando a sua roupa interior aos paparazzi.

A atriz e modelo Emily Ratajkowski, conhecida pelo vídeo de “Blurred Lines”, de Robin Thicke, fez voltar as cabeças com um jumpsuit em renda bastante revelador, assinado pelo designer norueguês Peter Dundas. O outfit, descrito pela Harper’s Bazaar como «o jumpsuit mais louco que alguma vez vimos», combinou o lado prático das calças com a quase-nudez e uma cauda com folhos do tamanho de um par de cortinas. Várias publicações dedicadas à moda, como a Grazzia, já coroaram a jovem de 25 anos como a mais bem vestida do Festival de Cannes deste ano.

A mostra cinematográfica começou com a antestreia do filme de Arnaud Desplechin “Ismael’s Ghosts” e promete animar a Riviera Francesa até domingo



Etiquetas: , ,




Notícia Anterior

Moda nacional descola para o ciberespaço

Próxima Notícia

Reinventar o capote




Sugestões

Moda nacional descola para o ciberespaço

Procurando acompanhar as transformações ocorridas nos últimos anos nos hábitos de compra dos consumidores e munindo-se...

24 Maio, 2017   
RECEBA A NEWSLETTER
Dos desfiles às tendências, designers e eventos, a fashionup.pt leva as últimas notícias da moda diretamente à sua caixa de correio.
Os seus dados não serão partilhados com terceiros.
GET THE NEWSLETTER
From runway shows to trends, designers and events, fashionup.pt takes the latest fashion news straight to your inbox.
Your information will not be shared with any third party.
CONTACT US
Please contact us with any editorial or advertising questions.
Thank You. We will contact you as soon as possible.
Contacte-nos
Para questões editoriais ou de publicidade, por favor contacte-nos.
Obrigado. Entraremos em contacto o mais breve possível.
RECEBA A NEWSLETTER
Dos desfiles às tendências, designers e eventos, a fashionup.pt leva as últimas notícias da moda diretamente à sua caixa de correio.
Os seus dados não serão partilhados com terceiros.