Recentes

O feminino no masculino

Desfiles / Destaques / 30 Janeiro, 2015

Mulheres na passerelle e apontamentos femininos no desfile da Gucci de Alessandro Michele marcaram a semana da moda masculina de Milão para o outono-inverno 2015/2016.

Milao_EmporioArmaniMilao_Vivienne Westwood

Os gémeos Dean e Dan Caten abriram a semana de moda masculina de Milão com uma coleção que revisita os clássicos do streetwear. Para a próxima estação fria, a DSquared2 propõe jeans, camisas axadrezadas, acessórios de pele e gorros polares exagerados.

Um quadro vivo, que era uma verdadeira porta aberta para o passado, adornou o desfile Dolce & Gabbana. Blusas estampadas com retratos de famílias em diferentes padrões, insígnias e molduras nobres marcaram a coleção.

A Costume National Homme levou algumas mulheres à passerelle para desfilarem peças em couro, com diversos tipos de acabamento, e plumas.

A coleção assinada por Stefano Pilati para a Ermenegildo Zegna apostou no veludo e no couro em casacos de corte clássico, bolsas e mochilas.

Os casacos compridos marcaram o desfile da alemã Jil Sander e John Varvatos incluiu cartolas e bordados na sua coleção para a estação fria.

Na Versace, as calças justas foram combinadas com malhas e casacos compridos e as malas XXL chamaram os olhares para os acessórios.

As “50 Sombras de Grey” tiveram estreia na passerelle com os looks em cinza da Calvin Klein.

Na maison Salvatore Ferragamo, os acessórios como abrigo tiveram destaque em lenços e cachecóis exagerados.

Tmilao_Gucciomas Maier, à frente da Bottega Veneta, propôs gravatas finas e torcidas em peito nu.

O desfile da britânica Vivienne Westwood trouxe cores, padrões divertidos e ténis com sobreposições de “línguas”.

Vermelho, bege, azul e castanho marcaram a coleção da Missoni para o inverno 2015.

Já na Prada, a paleta de cores prendeu-se em tons escuros e fechados.

No desfile da Diesel Black Gold, o preto e o cinzento enamoraram-se de peças e detalhes em bordeaux e vermelho.

Em Milão, a Emporio Armani mostrou casacos com fecho lateral em diversos modelos e cachecóis em pele.

Antonio Marras lembrou a temática militar e apostou no estampado e nos tons terrenos.

O potencial unissexo foi explorado por Alessandro Michele que, ao sétimo dia da saída de Frida, assinou uma coleção enlaçada e floreada com peças de claro toque feminino, a lembrar os anos 60 e 70.

O feminino no masculino voltou com Giorgio Armani que fez desfilar modelos homens e mulheres com igual indumentária.

Os casacos de pele foram apostas de Roberto Cavalli em modelos que não passaram despercebidos pelo dramatismo das peças em pelo.








Notícia Anterior

As musas de Karl

Próxima Notícia

As dicotomias da Ana Sousa




Sugestões

As musas de Karl

O criador Karl Lagerfeld já escolheu as musas das suas it-bags para a primavera/verão 2015. O anúncio foi feito...

30 Janeiro, 2015   
RECEBA A NEWSLETTER
Dos desfiles às tendências, designers e eventos, a fashionup.pt leva as últimas notícias da moda diretamente à sua caixa de correio.
Os seus dados não serão partilhados com terceiros.
GET THE NEWSLETTER
From runway shows to trends, designers and events, fashionup.pt takes the latest fashion news straight to your inbox.
Your information will not be shared with any third party.
CONTACT US
Please contact us with any editorial or advertising questions.
Thank You. We will contact you as soon as possible.
Contacte-nos
Para questões editoriais ou de publicidade, por favor contacte-nos.
Obrigado. Entraremos em contacto o mais breve possível.
RECEBA A NEWSLETTER
Dos desfiles às tendências, designers e eventos, a fashionup.pt leva as últimas notícias da moda diretamente à sua caixa de correio.
Os seus dados não serão partilhados com terceiros.