Recentes

Londres rebatiza homem

Desfiles / Destaques / 11 Janeiro, 2017

londres3A capital britânica relançou a sua semana de moda masculina na sexta-feira passada com um novo nome, numa altura em que Londres se esforça para se manter como estufa de criatividade e experimentação depois do Brexit.

Lançado em 2012, com os três dias de desfiles batizados London Collections: Men’s, o evento, agora rebatizado London Fashion Week Men, apresentou um calendário mais alargado, de quatro dias.

A assombrar os desfiles deste ano estiveram as negociações do Brexit. Uma pesquisa levada a cabo pelo British Fashion Council (BFC) antes do referendo, em junho, revelou que mais de 90% dos 290 designers queriam permanecer na União Europeia.

«Temos de aceitar os resultados e garantir que o Brexit funciona para a indústria da moda e para o nosso país», declarou o presidente da câmara de Londres, Sadiq Khan, em declarações à agência noticiosa Reuters.

De acordo com os dados do BFC, o mercado de vestuário masculino cresceu 4,1% para os 14,1 mil milhões de libras (aproximadamente 16,3 mil milhões de euros) na Grã-Bretanha em 2015. A moda masculina representa 25% do mercado total de vestuário.

Em contraste com Paris, Milão e Nova Iorque, Londres mostra menos marcas estabelecidas durante a semana da moda masculina, dando espaço aos novos talentos. «A diferença de Londres é que tem uma verdadeira riqueza de talento jovem e criativo combinado com estes negócios estabelecidos e de herança», afirmou à Reuters Caroline Rush, diretora-executiva do BFC.

Entre as primeiras marcas que apresentaram na sexta-feira esteve a Topman Design, que olhou para a década de 1990 e respetiva cena clubbing para uma coleção de camisolas soltas com logótipos, franjas, casacos néon e jeans de silhueta wide-leg e cintura subida.

Já o rapper/designer britânico Tinie Tempah fez a sua estreia na passerelle londrina no sábado, com uma coleção minimalista de casualwear inspirada na arquitetura. O designer de 28 anos, conhecido por sucessos como “Written in the Stars” e “Not Letting Go”, optou por uma paleta de cores azul-marinho, cinza, branco e preto para apresentar as primeiras propostas da marca de vestuário masculino What We Wear. Com música ao vivo, os modelos cruzaram passerelle em peças em algodão, neopreno e linho – rematadas com o logótipo da marca. «Fui inspirado pela arquitetura, especialmente pela arquitetura europeia», revelou o rapper à Reuters nos bastidores da mostra.

A celebração do trabalho artesanal atingiu um novo patamar no desfile de Jonathan Anderson, no domingo, com o crochet em destaque na passerelle. Anderson, cujas coleções de moda o coroaram como um dos talentos mais promissores da indústria da moda, apresentou a coleção outono-inverno de 2017/2018 para a marca epónima, J.W. Anderson, numa fusão de contemporaneidade e tradição. Ao som de música eletrónica, os modelos marcharam com blocos de crochet em casacos, camisolas, cachecóis, calças e acessórios.

londres6A dama da moda britânica Vivienne Westwood selou a London Fashion Week Men’s na segunda-feira com uma coleção eclética que incluiu vestidos masculinos. Westwood, conhecida pelas suas criações excêntricas e pelo ativismo ambiental, apresentou peças masculinas e femininas em “Ecotricity”, coleção dedicada ao outono-inverno 2017/18 que sugeriu homens em vestidos e saias e mulheres em gravatas. «Ela e ele divertem-se com roupas unissexo e vão trocando», pode ler-se na apresentação da coleção. «Comprar menos, escolher bem, fazer com que as roupas durem limita a exploração dos recursos naturais do planeta», refere no documento.

Esta mudança de estratégia está ainda a mudar a forma como as casas de moda gerem os seus negócios, destacando-se aqui a atuação da Burberry. A marca britânica anunciou em 2016 que reduziria a sua presença nos calendários de moda para duas mostras anuais, fundindo homem e mulher e alinhando as propostas com a estação. Por essa mesma razão, a marca mostra a coleção masculina ao lado da feminina no próximo mês.

Paul Smith seguiu a tendência e, embora ausente de Londres, apresentará as coleções masculina e feminina em Paris, a 22 de janeiro. Antes, contudo, o designer britânico lança a nova coleção para o outono-inverno da linha PS by Paul Smith na Pitti Uomo, em Florença, num evento especial agendado para hoje, 11 de janeiro, às 17h.

 



Etiquetas: , , ,




Notícia Anterior

Vestidos de ouro

Próxima Notícia

Do ringue à passerelle




Sugestões

Vestidos de ouro

Na 74.ª edição dos Globos de Ouro, evento que preencheu a madrugada de domingo, a partir do Beverly Hilton Hotel, em Los Angeles,...

11 Janeiro, 2017   
RECEBA A NEWSLETTER
Dos desfiles às tendências, designers e eventos, a fashionup.pt leva as últimas notícias da moda diretamente à sua caixa de correio.
Os seus dados não serão partilhados com terceiros.
GET THE NEWSLETTER
From runway shows to trends, designers and events, fashionup.pt takes the latest fashion news straight to your inbox.
Your information will not be shared with any third party.
CONTACT US
Please contact us with any editorial or advertising questions.
Thank You. We will contact you as soon as possible.
Contacte-nos
Para questões editoriais ou de publicidade, por favor contacte-nos.
Obrigado. Entraremos em contacto o mais breve possível.
RECEBA A NEWSLETTER
Dos desfiles às tendências, designers e eventos, a fashionup.pt leva as últimas notícias da moda diretamente à sua caixa de correio.
Os seus dados não serão partilhados com terceiros.