Recentes

Era um mundo de homens

Destaques / Tendências / 3 Dezembro, 2015

image (1) image (2) image (4)Vestir uma mulher de fato pode ter resultados diametralmente opostos. Por um lado, este é um coordenado que adorna mulheres de negócios, de personalidade forte e que privilegiam, ao mesmo tempo, uma silhueta sofisticada e clássica e, por outro, a escolha errada de tailoring pode colocar todas estas variáveis em causa, endereçando a quem o usa uma imagem desleixada, antiquada e mais corporativa do que “cool”. Nesta estação fria, os fatos merecem destaque em versões que vão do metalizado ao estampado e, assim, a investir, que seja para ganhar.

Quando Coco Chanel apresentou o fato feminino nos anos 1920 (ainda em versão saia/casaco), transformou verdadeiramente o guarda-roupa feminino. À data, as mulheres estavam cansadas de usar vestidos, e um conjunto a duas peças providenciava uma alternativa que não era apenas confortável e prática, mas esteticamente apelativa.

A proposta de Chanel assentava num corte slim, sem gola e com apontamentos luxuosos em dourado, e terão sido, provavelmente, estes os ingredientes que o mantiveram popular até hoje, quase 100 anos depois da sua criação.

Não obstante, com o passar do tempo, o fato em versão feminina perdeu grande parte do seu apelo. E, o que outrora havia sido cunho de mulheres fortes e sofisticadas, transformou-se em algo aborrecido, exclusivo de guarda-roupas demasiado sérios e que demonstram pouca dedicação.

Onde para a expressão sexy da peça? Como se pôde esquecer tão depressa contributo do “Le Smoking” de Yves Saint Laurent? Em 1966, o designer francês apresentou o primeiro fato feminino (já em versão calça/casaco) e, apesar de à data não ter sido recebido com grande entusiasmo pela crítica, a criação revelar-se-ia em todo o seu esplendor anos mais tarde, graças à figura de mulheres como Nan Kempner – que depois de ser impedida de entrar com calças num restaurante em Nova Iorque, no final dos anos 60, as despiu, mantendo o casaco do conjunto como uma espécie de mini-vestido.

Como é que as mulheres decidiram transformar o fato em algo feio e prescindível, em vez de o considerarem algo que pode salvar o guarda-roupa e simplificar a escolha do coordenado pela manhã?

O website da especialidade Refinery29 considera ser esta a altura ideal para trazer a peça à superfície do estilo e oferece, para isso, importantes diretrizes, que vão de versões mais arrojadas, ideais para um jantar entre amigas, a alternativas em tons camel, indicadas para o dia-a-dia. O oversized entra, também, na corrida.

 

Versão adulta

A época natalícia convida naturalmente aos jogos de brilho e o metalizado – tendência desta estação fria – estende-se, também, aos fatos, que chegam para substituir os já desgastados vestidos de festa que todos os anos marcam as montras do luxo e do retalho. Uma versão adulta e sofisticada dos tradicionais metalizados.

 

Estampado total

O estilo de Solange Knowles serve, para esta versão, como o melhor exemplo. Adepta confessa do amarelo e do estampado em looks totais, a irmã da cantora Beyoncé deixa importantes apontamentos no que a fatos femininos diz respeito. Os florais são, nesta estação fria, a tendência mais segura. A estética ultrafeminina é contrabalançada pelo corte masculino das peças.

 

O novo neutro

O tradicional fato, em tons de preto ou azul-marinho, apresentou recentemente um novo neutro: o camel. A cor que dominou as peças de outerwear em 2015 empresta um toque de contemporaneidade ao coordenado e marca outra das grandes tendências da estação, a memória dos anos 1970. As golas altas dão o toque final ao look.

 

Um exagero

As silhuetas oversized têm sido uma constante nas propostas de moda das últimas estações e este outono-inverno voltam a ganhar as ruas. Os casacos “cocoon” juntam-se agora a saias para um look monocromático impregnado de criatividade e contemporaneidade, sem descurar o aconchego. Este fato que ganha volume na parte de cima (sobretudo nos ombros) e se cola ao corpo na parte de baixo (em saias curtas) pode ser combinado com sapatilhas ou saltos altos.

 



Etiquetas: , , ,




Notícia Anterior

Design de moda: a nova guarda

Próxima Notícia

Um casamento feliz




Sugestões

Design de moda: a nova guarda

Enquanto desenham aquilo que será o seu futuro enquanto profissionais de moda – entre o término dos estudos e os primeiros...

2 Dezembro, 2015   
RECEBA A NEWSLETTER
Dos desfiles às tendências, designers e eventos, a fashionup.pt leva as últimas notícias da moda diretamente à sua caixa de correio.
Os seus dados não serão partilhados com terceiros.
GET THE NEWSLETTER
From runway shows to trends, designers and events, fashionup.pt takes the latest fashion news straight to your inbox.
Your information will not be shared with any third party.
CONTACT US
Please contact us with any editorial or advertising questions.
Thank You. We will contact you as soon as possible.
Contacte-nos
Para questões editoriais ou de publicidade, por favor contacte-nos.
Obrigado. Entraremos em contacto o mais breve possível.
RECEBA A NEWSLETTER
Dos desfiles às tendências, designers e eventos, a fashionup.pt leva as últimas notícias da moda diretamente à sua caixa de correio.
Os seus dados não serão partilhados com terceiros.