Recentes

Compras conscientes

Destaques / Marcas / 20 Abril, 2016

whomademy-bg2Na semana em que se assinala a iniciativa Fashion Revolution (a decorrer de 18 a 24 de abril) as compras eco-conscientes são um dos assuntos mais trendy nas redes sociais, apelando ao consumo sustentável e à escolha de marcas transparentes sobre a sua cadeia de aprovisionamento. À tradicional opção de adquirir peças em segunda mão têm vindo a juntar-se coleções exclusivas e produtos capazes de conquistar os guarda-roupas de fashionistas.

Com a Fashion Revolution é possível perguntar às marcas #whomademyclothes (quem fez as minhas roupas?), uma espécie de ativismo de hashtag que pretende dar a conhecer o início da cadeia da moda e centrar as atenções nos elementos mais vulneráveis da indústria, incitando à procura de alternativas para quando a resposta é dúbia (ver Quem fez as suas roupas?).

No entanto, para o consumidor médio, encontrar moda sustentável a um preço acessível não é uma tarefa propriamente fácil. E, para os clientes do retalho, ter um guarda-roupa verde pode ser impossível sem que o preço das peças suba de forma exponencial.

Inserida nesta temática sustentável, o portal de tendência WGSN reuniu um guia de perguntas e respostas sobre quais as opções mais acessíveis às massas, menos prejudiciais ao ambiente e mais transparentes sobre a sua cadeia de aprovisionamento.

 

image4xxlimage1xxlEstampados? Asos Africa

A coleção primavera-verão 2016 da Asos Africa combina fortes estampados e têxteis do continente africano com a pegada cool londrina, numa coleção de silhuetas contemporâneas concebidas pela designer Christine Mhando (conhecida como “Chichia”). Cada peça é feita recorrendo ao trabalho de artesãs locais no Quénia (via Soko Kenya) e pensada para o cliente de moda com um pensamento de sustentabilidade definido, promovendo a produção e o comércio justos (ver Olhos em África).

 

Peças clássicas? Opções vintage

Os coordenados desgastados e com marcas de uso estão a desfrutar de popularidade em 2016, pelo que experimentar e comprar em lojas vintage em vez de comprar a alternativa do retalho de umas icónicas 501 da Levi’s é um ato de moda . Há uma infinidade de lojas vintage online à espera de serem descobertas e oferecem muito mais do que jeans (ver Vintage em rede), com algumas delas dedicadas a peças de designer e outras com foco numa década particularmente feliz para a moda (como são os anos 1960 e 1970).

 

Denim? Patagonia

O compromisso da Patagonia com o denim sustentável é já relativamente conhecido e, recentemente, a marca anunciou o arranque de uma “tour”. Na iniciativa “Worn Wear Tour”, a Patagonia vai visitar vários pontos geográficos dentro da Europa este mês e no próximo, com stands de reparação para todos os que quiserem recuperar o par de jeans de eleição. Por isso, e para qualquer peça de vestuário que já tenha conhecido melhores dias, a Patagonia está a caminho (ver Marcas imortais).

 

hmConscious-Exclusive-4-xlargeTendências? H&M Conscious

Facilmente reconhecível pela sua etiqueta verde, a marca usa algodão orgânico certificado, reciclado ou algodão cultivado sob a Better Cotton Initiative em vários artigos – inclusivamente nas peças da cobiçada coleção “Studio”.

Melhor ainda, a retalhista sueca utiliza outros materiais ecológicos como lã reciclada que, juntamente com o algodão orgânico, representa 14% do consumo total de materiais.

Este mês, a H&M renovou o seu compromisso com a redução do impacto da moda no meio ambiente ao juntar-se à cantora M.I.A para a primeira World Recycle Week – que também acontece de 18 a 24 de abril.

Os frutos da nova parceria da retalhista de moda incluíram o lançamento de um videoclip da cantora, bem como a ambiciosa iniciativa Garment Collecting da H&M. O plano é recolher 1.000 toneladas de roupas que consumidores em todo o mundo deixaram de usar (ver H&M com boas-novas).

 

Artigos de designer? Vestiare Collective

A plataforma online Vestiaire Collective permite que os seus membros comprem e vendam peças de vestuário e acessórios de luxo usados a um valor mais acessível do que o preço original. A maioria dos artigos disponíveis é muitas vezes da atual temporada ou da estação passada, com 20 mil novos itens disponíveis online todas as semanas.



Etiquetas: , ,




Notícia Anterior

Camuflado em marcha

Próxima Notícia

Donos e senhores




Sugestões

Camuflado em marcha

O camuflado está, de novo, em alta e dá agora corpo a uma espécie de forças armadas do luxo, com marcas como Marc Jacobs,...

20 Abril, 2016   
RECEBA A NEWSLETTER
Dos desfiles às tendências, designers e eventos, a fashionup.pt leva as últimas notícias da moda diretamente à sua caixa de correio.
Os seus dados não serão partilhados com terceiros.
GET THE NEWSLETTER
From runway shows to trends, designers and events, fashionup.pt takes the latest fashion news straight to your inbox.
Your information will not be shared with any third party.
CONTACT US
Please contact us with any editorial or advertising questions.
Thank You. We will contact you as soon as possible.
Contacte-nos
Para questões editoriais ou de publicidade, por favor contacte-nos.
Obrigado. Entraremos em contacto o mais breve possível.
RECEBA A NEWSLETTER
Dos desfiles às tendências, designers e eventos, a fashionup.pt leva as últimas notícias da moda diretamente à sua caixa de correio.
Os seus dados não serão partilhados com terceiros.