Recentes

Carpet Diem em altos voos

Destaques / Marcas / 2 Fevereiro, 2016

Monaco White-Blue-black2 San Remo Camel white2Não são mágicos, mas os tapetes da portuguesa Carpet Diem, que já aterraram nos grandes armazéns Printemps em França, querem levantar voo para novas paragens.

O projeto fundado por Nuno Bonito e Carmen Amaro há 13 anos já conquistou diversos clientes em Portugal, Espanha e França, mas a ambição é chegar a novas paragens e a novos segmentos. «Inicialmente a empresa fazia tapetes por encomenda. Entretanto mudámos o nosso modus operandi e agora desenhamos os modelos para um target mais alargado: não só para arquitetos e pessoas da área do design, mas para o consumidor final», explicou Rodrigo Vasconcelos, responsável da área internacional, ao Jornal Têxtil 199 (outubro 2015).

A loja online, juntamente com o ponto de venda físico na Rua das Amoreiras, em Lisboa, é atualmente a principal montra dos tapetes da Carpet Diem, que aposta no design para se diferenciar no mercado. «Do nosso ponto de vista, havia uma lacuna em termos de originalidade. Procuramos ser diferentes em matéria de design: inspiramo-nos em vários temas, desde os azulejos portugueses a cidades e culturas várias», afirmou Rodrigo Vasconcelos. A produção, essa, é feita quase na totalidade por terras indianas. «A Índia oferece-nos condições que são impossíveis no mercado português», advogou o responsável da área internacional da Carpet Diem, que recorre a um produtor português apenas quando necessita de algo diferente, nomeadamente em termos de medidas.

Portugal representa 30% das vendas da empresa, embora os preços não sejam totalmente convidativos para o consumidor nacional. «A gama de preços é, a nosso ver, justa. Não encontra tapetes com o nosso design, em séries limitadas e a nossa qualidade mais baratos. O português acha o produto caro – tem curiosidade em conhecer o produto mas vai para casa pensar e muitas vezes não volta. Já o francês, o espanhol e o italiano encomenda sem ver o produto e não reclama», confessou Rodrigo Vasconcelos.

Os mercados internacionais são, por isso, uma aposta da Carpet Diem, que em setembro realizou a sua primeira feira internacional no mercado francês, onde tem já como cliente os grandes armazéns Printemps. «Participámos no salão para alargar os nossos targets. Trabalhamos essencialmente com o consumidor final e agora queremos também abarcar a parte empresarial – lojas, vendedores, distribuidores…», revelou o responsável ao Jornal Têxtil.

No futuro, a ideia é chegar a todos os cantos do mundo. «Agora estamos a apostar forte na Europa e queremos também melhorar o mercado: às vezes é preciso sermos conhecidos lá fora para sermos reconhecidos no nosso país. Depois da Europa vamos apostar na América e na Ásia. Mas sabemos que as coisas têm de ser feitas bem e bem é devagar. Avançamos passo a passo» resumiu Rodrigo Vasconcelos.

 



Etiquetas: , , ,




Notícia Anterior

Pés na cor

Próxima Notícia

Nascidos nos “nineties”




Sugestões

Pés na cor

De acordo com as bloggers de moda e respetivas publicações nas redes sociais, as botas pretas passaram o testemunho a versões...

2 Fevereiro, 2016   
RECEBA A NEWSLETTER
Dos desfiles às tendências, designers e eventos, a fashionup.pt leva as últimas notícias da moda diretamente à sua caixa de correio.
Os seus dados não serão partilhados com terceiros.
GET THE NEWSLETTER
From runway shows to trends, designers and events, fashionup.pt takes the latest fashion news straight to your inbox.
Your information will not be shared with any third party.
CONTACT US
Please contact us with any editorial or advertising questions.
Thank You. We will contact you as soon as possible.
Contacte-nos
Para questões editoriais ou de publicidade, por favor contacte-nos.
Obrigado. Entraremos em contacto o mais breve possível.
RECEBA A NEWSLETTER
Dos desfiles às tendências, designers e eventos, a fashionup.pt leva as últimas notícias da moda diretamente à sua caixa de correio.
Os seus dados não serão partilhados com terceiros.