Recentes

Ao ritmo da moda

Cultura / Destaques / 15 Março, 2016

Miley CyrusO que uma estrela da pop veste quando está em palco durante as tours é parte integrante de toda a experiência de concerto. Basta, para isso, recordar os exemplos de Miley Cyrus e do apoio dado pelos seus figurinos ao consumo de marijuana durante a “Bangerz”, os coordenados guerreiros de Madonna durante as performances de “Rebel Heart” ou os looks impactantes de Britney Spears no seu regresso com “Britney: Piece of Me”. Até mesmo o streetwear de Kanye West envolve um articulado – e nem sempre simples – processo de design.

Marina Toybina, mulher responsável pelas tours “Red” de Taylor Swift, “Reflection” do grupo Fifth Harmony e “Prismatic” de Katy Perry, explicou ao portal Fashionista que o primeiro passo é perceber o estilo do artista. A figurinista passa, então, à fase seguinte, que é conhecer o artista em particular, o palco e respetivo tema e, também, a equipa de coreografia e o alinhamento musical, para que tudo esteja em sintonia. Depois começa o desenho dos figurinos.

A figurinista Arianne Phillips, que trabalhou com Madonna em seis tours, incluindo a recente “Rebel Heart” (ver O sangue novo de Madonna), colabora com o figurinista conceptual Phillip Boutte, que coloca todas as ideias no papel. «Estou constantemente a pensar sobre a melhor forma de representar as diferentes texturas de tecido, diferenciar costuras, completo contra opaco, e determinar a importância do movimento nas proporções», explicou Boutte. Os esboços são, então, apresentados a Madonna.

Alguns artistas contratam, também, um stylist. Para o espetáculo de Las Vegas “Britney: Piece of Me”, Britney Spears recrutou a figurinista Soyon An para gerir todo o processo de design.

An trabalhou diretamente com designers como Nicolas Jebran e Bao Tranchi, que apresentavam desenhos e criações de palco já prontas. «Percorro todos os looks com o designer e explico o que estamos à procura, o tipo de cortes – o que Britney gosta e não gosta – e eles depois propõem opções para cada uma das performances», explicou.

Sem surpresa, Kanye West é um artista que gosta de participar nos processos que dão origem ao figurino das tours. «Às vezes, ele faz um design do zero, um esboço de uma ideia e diz apenas: “Faça isto”», conta o figurinista Erin Hirsh, que trabalhou com a Yeezy para performances da tour “Glow in the Dark”.

 

A importância do conforto

Os materiais e estrutura das roupas não são apenas sobre estética e teatralidade – são a chave para ajudar o artista a atuar, dançar e, mais importante, permanecer confortável em palco.

Todos os designers com quem o Fashionista falou apelam ao elastano ou à fabricação personalizada para alcançar a dose de conforto necessária. Toybina, por exemplo, recorre muitas vezes à sua imaginação.

beyonce1Idealmente, o designer pode construir um fato em cima de uma base elástica mas, por vezes, vê-se obrigado a atuar no terreno e, não raras vezes, a experimentar uma abordagem “tentativa e erro”. Refira-se a título de exemplo o trabalho de Rubin Singer, que desenhou o visual de Beyoncé para o evento da Superbowl de 2013. Singer encontrou-se com a cantora e reduziu as três principais escolhas ao conhecido bodysuit de couro. «Fiquei a bater-me depois da primeira prova», revela, porque os ombros arquitetónicos do coordenado restringiam completamente qualquer movimento da parte superior do corpo, o que obviamente não deixaria Beyoncé confortável em palco.

Mas a mulher de Jay Z não quis mudar o design. Singer desenvolveu depois a peça, com a introdução de diferentes malhas, elásticos, pormenores que se movessem e estruturassem. «Tornou-se numa das peças mais complexas que já desenvolvi», afirmou Singer.

Os problemas de guarda-roupa que algumas roupas podem colocar, porém, toda a performance em risco – algo que poderia ter acontecido, por exemplo, com o jumpsuit de folhas de marijuana impresso a 3D de Miley Cyrus. No entanto, Phillipe e David Blond da The Blonds – que também criaram figurinos de tours de artistas como Beyoncé, Katy Perry, Nicki Minaj e Selena Gomez – explicaram que usaram «elásticos de swimwear para estabilizar as aberturas de perna. Mas é principalmente o corte e a adaptação ao corpo que determinam o fitting».

 

O barulho das luzes

A The Blonds salienta ainda como os tecidos e as lantejoulas e cristais bem colocados podem ser usados para atrair a atenção do público. «Por exemplo, se a coreografia é mais sobre o braço e a extensão da perna, destacamos essas áreas com cor ou cristais», desvendam os designers. «Se a peça é para uma música mais calma podemos focar o rosto com detalhes no colarinho sobre um tecido mais escuro e sem brilho».

Por vezes, os figurinos das atuações podem abraçar a tecnologia, o que representa uma nova curva de aprendizagem para o designer. A tour “Prismatic” de Katy Perry envolveu bailarinos com moicanos com luzes néon. «Tivemos que descobrir como usar o conteúdo de fibra para alternar as cores no palco», revelou Toybina.

Já as mudanças rápidas de roupa entre músicas, por exemplo, requerem uma coordenação precisa com o coreógrafo e podem até mesmo determinar como um look é desenhado. Isso é especialmente verdadeiro quando um coordenado envolve até 10 camadas, como Toybina tem experimentado.

Os truques para acelerar a troca de roupas incluem o recurso ao Velcro e fechos industriais. As tours também costumam empregar “dressers” qualificados, como o homem de eleição de Madonna, Tony Villanueva, para agilizar o processo.

 

Pés de palco

«Os botins e as opções over-the-knee são os estilos mais solicitados, a par das sapatilhas», revelou o designer Giuseppe Zanotti, sobre a importância do calçado. Zanotti desenvolveu já calçou, Rihanna. «Sobretudo para grandes performances, são preferíveis solas de borracha – a artista precisa de se sentir confiante e segura enquanto dança», explica.

 



Etiquetas: , , ,




Notícia Anterior

A senhora que se segue

Próxima Notícia

Os fantásticos oito




Sugestões

A senhora que se segue

Bouchra Jarrar é a senhora que se segue na Lanvin. A designer substitui Alber Elbaz ao leme da direção criativa, cinco...

14 Março, 2016   
RECEBA A NEWSLETTER
Dos desfiles às tendências, designers e eventos, a fashionup.pt leva as últimas notícias da moda diretamente à sua caixa de correio.
Os seus dados não serão partilhados com terceiros.
GET THE NEWSLETTER
From runway shows to trends, designers and events, fashionup.pt takes the latest fashion news straight to your inbox.
Your information will not be shared with any third party.
CONTACT US
Please contact us with any editorial or advertising questions.
Thank You. We will contact you as soon as possible.
Contacte-nos
Para questões editoriais ou de publicidade, por favor contacte-nos.
Obrigado. Entraremos em contacto o mais breve possível.
RECEBA A NEWSLETTER
Dos desfiles às tendências, designers e eventos, a fashionup.pt leva as últimas notícias da moda diretamente à sua caixa de correio.
Os seus dados não serão partilhados com terceiros.