Recentes

Alves/Gonçalves em novos voos

Designers / 10 Fevereiro, 2014

Alves-Gonçalves_10fevereiro2014_InteriorDepois do sucesso com as fardas da TAP, a dupla de criadores assina a nova farda da companhia aérea angolana TAAG.

Conhecida pela sofisticação e elegância das coleções em nome próprio, a dupla Manuel Alves e José Manuel Gonçalves tem-se destacado pela capacidade de sair das fronteiras da moda de autor e abraçar projetos paralelos.

«Interessamo-nos muito por todo e qualquer projeto que envolva o design», afirma Manuel Alves. A mais recente “aventura” são as fardas, que «são sempre desafios muito interessantes, porque conseguimos integrar nesse trabalho a nossa perspetiva, o espírito Alves/Gonçalves».

Vodafone e Galp são algumas das marcas desta área de negócio para quem a dupla trabalhou, mas os projetos mais recentes envolvem companhias aéreas. Depois do sucesso com as fardas da TAP e da SATA, no ano passado, foi a companhia angolana TAAG que se rendeu à criatividade da Alves/Gonçalves. «Entregámos um anteprojeto, com as cores e as ideias fundamentais, e passado três ou quatro dias recebemos um email a dizer “Fechado. Adoramos!”», conta Manuel Alves.

Para além da criação, a dupla é igualmente responsável pelo fornecimento e todos os produtos – com exceção dos lenços, vindos de Itália – têm produção nacional. «Bonés, chapéus, malas… foi tudo feito em Portugal. Encontrámos chapeleiros fantásticos em São João da Madeira, fábricas, como a Ricon Industrial, que fez a maior parte do vestuário de homem e senhora, malas muito bonitas e bem feitas», revela o criador.

Apesar do sucesso destes longos anos de carreira, com clientes fiéis ao estilo sofisticado que a Alves/Gonçalves propõe, Manuel Alves sustenta que, face a um mercado interno reduzido, os novos designers nacionais têm de olhar para o mundo se quiserem prosperar.

«Temos que ver o país com uma perspetiva muito alargada de que está inserido na Europa e a Europa está no mundo. Quando se pensa assim, deixa de fazer sentido olharmos só para o mercado nacional. Somos apenas 10 milhões de habitantes e não há quantidade suficiente de agentes económicos ligados à venda capazes de poder suportar tanta gente na moda em Portugal», conclui.








Notícia Anterior

Histórias de Charles James

Próxima Notícia

Para além do tempo e espaço




Sugestões

Histórias de Charles James

O Metropolitan Museum of Art vai homenagear o criador Charles James, com uma exposição aberta ao público entre 8 de maio...

6 Fevereiro, 2014   
RECEBA A NEWSLETTER
Dos desfiles às tendências, designers e eventos, a fashionup.pt leva as últimas notícias da moda diretamente à sua caixa de correio.
Os seus dados não serão partilhados com terceiros.
GET THE NEWSLETTER
From runway shows to trends, designers and events, fashionup.pt takes the latest fashion news straight to your inbox.
Your information will not be shared with any third party.
CONTACT US
Please contact us with any editorial or advertising questions.
Thank You. We will contact you as soon as possible.
Contacte-nos
Para questões editoriais ou de publicidade, por favor contacte-nos.
Obrigado. Entraremos em contacto o mais breve possível.
RECEBA A NEWSLETTER
Dos desfiles às tendências, designers e eventos, a fashionup.pt leva as últimas notícias da moda diretamente à sua caixa de correio.
Os seus dados não serão partilhados com terceiros.